Prefeito decreta Estado de Calamidade Pública
Publicado em: 05/12/2018 ás 12:30:00 Autor: Inácio Roberto Fonte: Assessoria de Imprensa

 O prefeito de Nova Nazaré decretou, Estado de Calamidade Pública em algumas aldeias do povo Xavante no município. João Teodoro Filho levou em consideração que compete ao município, a preservação do bem estar da população.

Ressaltou que a falta de água potável nas aldeias indígenas afeta saúde e a dignidade das comunidades indígenas. Concorrem como critérios agravantes, a falta de investimentos por parte da Funai, que mesmo ciente da gravidade, não tomou qualquer medida para amenizar o problema.

Crianças e idosos ficaram desnutridos e adquiriram inúmeras doenças relacionadas à falta de água potável. As aldeias Tangará, Santa Mina, Muita Paz Naraoed, Jerusalém, Hairanter, Feliz Natal e São Cristóvão se encontraram comprovadamente afetadas por não terem cisternas para o fornecimento de água potável.

Os dados foram divulgados pela Secretaria Municipal de Assuntos Indígenas durante visita dos técnicos à Terra Indígena Areões. No decreto, o prefeito autoriza todos os órgãos municipais a atuarem nas ações de resposta necessárias para minimizar os efeitos causados pela falta de água potável nessas aldeias.

Fica inclusive dispensada licitação para aquisição de bens necessários às atividades de resposta à falta de abastecimento de água, prestação de serviços e de obras relacionadas ao fato, no prazo máximo de 180 dias.

Em conversa com nossa reportagem, o prefeito João Teodoro lembrou que poucos são os investimentos dos órgãos governamentais e Funai. “Apenas a prefeitura promovendo investimentos não é o suficiente”, relatou ele.

Nossa reportagem já visitou a direção da Funai local. Ali, disseram que a responsabilidade por essa área é da Sesai. Já a gerencia local da Sesai informa que detalhes sobre tais assuntos somente com a Sesai de Barra o Garças.

Notícias relacionadas